A logística 4.0 na cadeia de abastecimento

Blog

/

A logística 4.0 na cadeia de abastecimento
A logística 4.0 na cadeia de abastecimento

ÚLTIMA ATUALIZAÇÂO em

13.9.2021

A Logística 4.0 é um conceito recente nas atividades das empresas de logística no Brasil. Com a pandemia no ano de 2020, as empresas tiveram como desafio se “reinventarem” deforma ágil, com eficácia operacional, mantendo o nível de qualidade exigida pelo mercado com os novos protocolos e uma mudança no posicionamento dos clientes e consumidores finais.

A LOGÍSTICA 4.0 – CONCEITO

O Conceito 4.0 iniciou-se junto as Indústrias a alguns anos (Indústrias 4.0), e ganhou notoriedade pelos resultados obtidos até então, e por consequência veio a ser adotado pelas empresas que atuam no mercado da logística.

É a evolução dos métodos tradicionais utilizados, trazendo maior eficiência, competitividade, confiabilidade, agilidade, melhorias no nível de serviços aos seus clientes.

Com esse novo conceito, as empresas iniciaram um processo de investimentos através da utilização de recursos tecnológicos e processos avançados, com objetivos de gerar “vantagens competitivas” em seu mercado de atuação, através de:

  • Tomada de decisões rápidas - agilidade no negócio;
  • Definição de novas estratégias;
  • Reduções de Custos;
  • Confiabilidade, Performance e Segurança nos processos;
  • Melhoria no nível de serviços aos clientes;

A REALIDADE NO BRASIL

Embora trate-se de um conceito recente, a Logística 4.0 já é utilizada por Operadores Logísticos dos diversos segmentos operacionais na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, a implementação desse novo conceito, deu-se através da transferência de tecnologia e sistemas pelas empresas multinacionais, desenvolvidos em suas bases; com o aporte de inovações tecnológicas e investimentos na área de Tecnologia & Informação.

Empresas nacionais de grande porte, que atuam no mercado logístico, também começaram a investir nesse conceito para que pudessem criar novos diferenciais competitivos junto aos seus clientes, para manutenção do seu market share.

COMO IMPLEMENTAR A LOGÍSTICA 4.0

Por se tratar de um conceito ainda novo, em fase de desenvolvimento, tornou-se necessário que fosse aprofundado esse tema, para que pudesse ser entendido como solucionar os principais desafios e gargalos, dentro das atividades nas empresas.

O princípio básico para que se obtenha sucesso com a Logística 4.0 está voltado às necessidades na utilização de tecnologias e sistemas, que irão possibilitar o aumento da eficiência e produtividade operacional nas atividades que as empresas desenvolvem.

Desta forma, pode-se citar como “inovações tecnológicas”, que possibilitem a conexão de todas as operações da empresa

  • Big Datas
  • Inteligência Artificial (IA)
  • Torres de Controle e Gestão
  • E-Commerce- Cloud Computing
  • IoT (Internet das Coisas)

Para que um projeto dessa magnitude seja exequível, e possa gerar resultados esperados é necessário que as empresas tenham definido alguns pontos chaves:

  • Qual a estratégia para o processo de digitalização e as novas ferramentas que a empresa pretende utilizar;
  • Alinhar o projeto de digitalização à robustez dos processos operacionais, já implementados;
  • Treinamento e Capacitação das equipes (usuários);

A CADEIA DE ABASTECIMENTO

No Supply Chain a Logística 4.0 começou a ser implantada recentemente pelos Operadores Logísticos, em razão da necessidade de garantirem sua competitividade operacional, bem como, poderem oferecer aos seus clientes serviços customizados.

Em um mercado cada vez mais exigente, torna-se necessário uma maior interação entre todas as áreas na empresa, de formas a possibilitar uma maior gestão e controle das atividades tais como:

  • Gestão de estoques (maior acurácia e eficiência)
  • Inventários cíclicos (redução de tempo e perdas)
  • Rastreabilidade das cargas (monitoramento do transporte)
  • Customer Service (atendimento eficaz do cliente)
  • Logística Reversa (controle e gestão dos processos)

O VAREJO

A Importância da Logística 4.0 para o Varejo, é possibilitar uma visão completa ao consumidor de como está o processo e o encaminhamento de suas compras, via mercado digital; ou seja:

  • Tipo de compra
  • Quando foi recepcionado o seu pedido
  • Qual o prazo de entrega
  • Rastreamento do pedido “online” (por etapas/processos)
  • Nível de satisfação do cliente

Essas informações deverão ser de fácil acesso ao consumidor, de modo a demostrar a qualidade do nível de serviços, fator essencial na competitividade do mercado.

A CADEIA DO FRIO

Para que se possa obter os resultados esperados de eficiência e competitividade nas operações do segmento frigorificado, pode-se elencar alguns resultados que serão obtidos com o desenvolvimento da Logística 4.0;

  1. Eficiência Energética (armazéns e transportes)
  2. Controles Eficaz dos processos: Temperaturas, Rastreabilidade, Eficiência Operacional;
  3. Automatização nas operações frigorificadas;
  4. Conscientização e Treinamento dos profissionais: Adaptação e conhecimento das novas ferramentas tecnológicas;

INVESTIMENTOS NECESSÁRIOS

Os investimentos necessários para que se possa obter resultados e uma operação eficiente, deve se considerar:

  • Softwares de Gestão (interação das áreas da empresa)
  • Sistemas de Big Datas (consolidação das informações)
  • Torres de Controle (gestão das informações – agilidade nas decisões)
  • Rastreabilidade das operações (monitoramento e controle da qualidade assegurada)

Tais investimento deverão atender os seguintes requisitos nas empresas, tais como:

  • Eficiência nos processos operacionais (internos e externos)
  • Disponibilidade e integração das informações (sistêmicas)
  • Procedimentos e processos integrados
  • Reduções de Custos operacionais
  • Foco na Estratégia do negócio
  • Satisfação do Cliente

Com a tecnologia embarcada nas empresas, poder-se-á integrar toda a Cadeia de Abastecimento; ou seja, desde o produtor, fornecedor, operador, transportador, chegando ao cliente e ao consumidor final.

IMPACTOS GERADOS NO NEGÓCIO

Os impactos nas atividades desenvolvidas por empresas que adotam o conceito da Logística4.0, poderão ser sentidos nos resultados obtidos através dos seguintes pontos:

  • Acuracidade nas informações e análise de dados
  • Utilização de inovações tecnológicas e sistêmicas (Ex.: IoT e Inteligência Artificial)
  • Controle e Gestão das atividades de suporte operacional (Finanças, Contábil, Tributária)
  • Redução de Perdas (gestão de estoques, inventários)
  • Eficiência Operacional (redução de retrabalhos, custos elevados, processos inadequados)

UMA MUDANÇA CULTURAL

Em 2018, 64% dos gestores empresariais no mundo, disseram que seus colaboradores precisariam se “requalificar”, para um novo cenário de transformação digital.

Em 2020, esta mesma pesquisa apresentou um resultado de 94%, em razão das novas tecnologias aplicadas, e a evolução e demanda do Mercado. (*)

Para tanto, torna-se necessário que equipes, no seu todo, estejam preparadas para revisões e reformulações de suas atividades e processos, que deverão ser impactados com esse novo conceito.

Treinamento e capacitação dessas equipes deverá ser o “foco principal” para que se obtenha assim os melhores resultados.

(*) Fonte: The Future of Jobs - WEF World Economic Forum)

Impulsione sua carreira em Logística e Supply Chain
A logschool oferece mais de 100 horas de cursos online de logística e supply chain para você assistir quantas vezes quiser.
VEJA OS CURSOS